domingo, 6 de dezembro de 2015

Deus sabe o bem e sabe o mal...


Parafraseando uma história a mim contada...acredito ser verdadeira!

Deus sabe o bem e sabe o mal...

Em certo vilarejo, no norte de uma terra esquecida no Oriente, havia um velhinho que morava com seu filho, um jovem muito bonito e também temente a Deus.

Para qualquer pessoa que se achegava ao ancião, este falava: Deus sabe o bem e sabe o mal!

Para boas-novas e também para tristes acontecimentos, a frase era a mesma para quem viesse conversar.

Muitos vizinhos não gostavam da sentença do velhinho e zombavam dele. Porém, percebiam que ele era uma pessoa alegre e pacífica. Sua vida era pacata e feliz. Ele dava graças a Deus em tudo e adorava repetir a todos e a si próprio: Deus sabe o bem e sabe o mal!

Ocorre que num dia chuvoso e sombrio, seu único filho sofreu um terrível acidente. O rapaz caiu do cavalo e quebrou as duas pernas. O sábio velhinho ficou muito triste. Ele e o filho choraram juntos.

Alguns vizinhos, sabendo do infortúnio, resolveram ir ter com o ancião, a fim de interpelá-lo sobre o dogma sempre repetido...de que Deus sabia tudo. Na verdade, sem qualquer misericórdia, esperavam vê-lo irritado com o Criador.

Para a surpresa de todos, o velhinho, com lágrimas nos olhos, disse: Deus sabe o bem e sabe o mal!

Revoltaram-se com o velho homem.

- Seu louco! Disseram os vizinhos.
- Não vê que seu filho está com as duas pernas quebradas?!

Poucos dias se passaram... e o Rei daquela região resolveu baixar um Decreto convocando todos os súditos jovens de boa saúde para uma guerra travada com um reino próximo. E foi uma batalha de onde quase nenhum homem retornou.

Dispensados de tão horrível mister: um homem avançado em dias e seu único filho doente! O velhinho sábio agradeceu a Deus pelo bem e também pelo mal...Obrigado, meu Deus! - Disse ele olhando para seu único filho.

Karoline Brasil


Obs: Essa história me foi contada por um amigo. Não sei sua origem. Resolvi parafraseá-la porque é muito interessante. Espero que gostem! Não é de minha autoria a história original e também não sei quem é seu autor. Que Deus os abençoe!